sábado, 26 de setembro de 2009

My Speech

Eu entrei na AIESEC em abril de 2007 e, desde lá agarrei várias oportunidades que a organização me ofereceu. Fui chefe de delegação, e OC de vários eventos/projetos. Fui da área de vendas, inicialmente. Fazia a venda do projeto convivES. Depois de muitos não, o primeiro sim: Secretaria de Educação do Estado (SEDU). Vendemos não só um intercâmbio, mas o projeto inteiro. Após venda, virei gestor do projeto e, tive como entrega da minha gestão, o convênio escrito, orçamento feito e toda documentação pra SEDU. Paralelo a isso, trabalhei na equipe de vendas, focando em intercâmbios em escolas de ensino médio e escolas de idiomas.

Revi meus objetivos e troquei de equipe. Mudei pra Comunicação e Alumni. Fui coordenador de assessoria de imprensa. Junto com coordenador, fui coordenador de marketing do time nacional de intercâmbio. Trabalhei durante 15 dias no escritório nacional e fui pra duas conferências internacionais. Trabalhei com cooperações internacionais. Fiz reunião com presidentes e diretores da Índia, China, Portugal, México, Colômbia... No escritório não perdi meu foco de posicionar a AIESEC externamente. Superei as metas propostas e dei um gás no posicionamento da AIESEC com as empresas.

Decidi da um passo na minha AIESEC Experiece, e me postulei pra Vice Presidente de Marketing e Comunicação. Na minha gestão, tive foco em posicionar a AIESEC externamente (institucionamente e para intercâmbio). Quando digo posicionar para intercâmbio, falo dos produtos desenvolvidos e da atenção da equipe para as estratégias de intercâmbio: campanhas, releases com cases dos intercambistas, divulgação da vagas nas newsletters de alumni e interna, parcerias para intercâmbio (Choice Tour e Cindes Jovem). No âmbito institucional: site mais claro, campanhas de seleção e palestra focada, um forte relacionamento com parceiros e BoA, integrando eles nas nossas atividades.

Com isso, tive experiência nas áreas de: intercâmbio, marketing, vendas, finanças e projetos. Isso me da uma base e uma visão holística do escritório. Ainda mais, essa base é tudo que precisamos para alcançarmos a visão 2010: Aumento da AIESEC XP, Maior posicionamento externo e desenvolvimento de agentes de mudança. Essa bagagem, me dará capacidade de coaching, tracking e mentoring para os membros do executive board, e por consequência isso impactará no escritório!

Ressalto ainda meu compromentimento para a organização. Minha automotivação constante. Meu membros de dão sempre esse feedback. "Que eu consigo motivar eles com a minha motivação). E minha paixão pela AIESEC. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa organização.

Pra finalizar, preenchendo a postulação para o cargo, lembrei de 2007, quando escrevemos a visão 2010 da AIESEC Vitória. Passamos a manhã inteira na UFES e pegamos metade da tarde. Finalizamos ela. Eu, por curiosidade, fiquei com a parte dos stakeholders. Há 2 anos atrás, escrever e definir uma visão pra 2010 deu um trabalho danado. E quando terminamos, eu e mais um grupo falamos assim: "Quero estar na AIESEC pra ver essa visão se tornar realidade!" Hoje reafirmo isso. Quero ser Presidente da AIESEC Vitoria em 2010 para ver essa visão acontecer!

Obrigado!

Obs. 1: Provavelmente, estarei discursando isso agora!
Obs. 2: Estava programado pra postar sozinho!

Um comentário:

Anelise disse...

Muito chique! Como foi o discurso?
bjoss